Cerca de 85% do tempo total de exportação é gasto na etapa referente à cadeia logística, revela Estudo de Tempos de Liberação de Cargas

  • Em 6 de outubro de 2023

O primeiro Estudo de Tempos de Liberação de Cargas focado nas exportações brasileiras foi realizado com base na metodologia internacional Time Release Study – TRS, da OMA, recomendada pelo no Acordo sobre Facilitação de Comércio (AFC), do qual o Brasil é signatário.

Entre os principais resultados encontrados, destaca-se aquele relativo ao tempo que uma carga permanece em cada etapa do processo de exportação, levando em consideração os intervenientes dessa cadeia.  Cerca de 85% de todo o tempo para se exportar é consumido na etapa entre o desembaraço e o embarque, o que significa que a  logística é o ponto crucial do processo quando se pensa em redução de tempos significativa.

A  apresentação da carga para despacho,  por sua vez, sob a responsabilidade do exportador, consume cerca de 12% do tempo total de exportação, enquanto a participação dos órgãos públicos nos tempos de exportação é a menor, com cerca de 3% do total.

Assim como o TRS importação, realizado em 2020, o TRS Exportação é um marco para a Administração Pública Brasileira, pois promove e sustenta diálogos voltados para o aprimoramento dos procedimentos aduaneiros de exportação de maneira sólida e objetiva.

O lançamento será transmitido pelo canal da TV Receita no Youtube, a partir das 10h.

Em breve, o link para acesso ao evento será disponibilizado aqui no site e nas redes sociais da RFB.

video

 

Fonte: www.gov.br

0 Comentários

rararararararafvcx vzxcsdzxvc